Blog Visão Geral - Você bem informado!

Nasa e Uruguai fizeram alerta de tsunami após recuo do mar no Sul do Brasil? Não é verdade!

Trata-se de um fenômeno raro e que causou prejuízos. Em Florianópolis, foi possível ver as bases das colunas de sustentação das pontes Colombo Sales e Pedro Ivo, que ligam a ilha ao continente. O mar recuou tanto que até a Hercílio Luz ficou exposta. Pelo menos 300 embarcações ficaram encalhadas.

No entanto, nem o Uruguai nem a Nasa alertaram para um tsunami na região, muito menos como consequência desse recuo. Isso porque os tsunamis têm origem diferente.

“Os tsunamis são formados por terremotos. Já o recuo do mar é originado dos ventos. Os processos de formação do tsunami e do recuo do mar são distintos”, explica a meteorologista Michele Fernandes, da Climatempo. Segundo ela, não há, portanto, como haver um tsunami originado do recuo do mar.

Recuo do mar

O recuo do mar ocorre quando há ventos de componente norte paralelos à costa do Brasil, soprando persistentemente e com forte intensidade. Essa corrente faz com que a água do mar seja “empilhada” para fora da costa, resultando no recuo das águas no litoral. Quando esses ventos diminuem, a maré volta ao normal.

 

Tsunami

Já os tsunamis são uma série de ondas em alto mar originadas por algum abalo, que normalmente é sísmico, ou seja, provocado por um terremoto. Ao chegarem à costa, as ondas aumentam de tamanho causando destruição em regiões costeiras.

Categoria: Notícia Geral